Torneios: I COPA ORIGINAL DE SQUASH

I COPA ORIGINAL DE SQUASH


Para ter sucesso é preciso ser Original... no squash, na vida e no trabalho!Evento no Tariq Squash Fitness é sinônimo de qualidade, integração, competitividade e originalidade. Sim, pois o que dizer da fórmula de sucesso alcançada pelo Circuito Wilson Charlex Tariq Squash 2000, a não ser primar por seu caráter original? E então, quando duas vontades encontram o mesmo ideal, o resultado é a sinergia em prol do sucesso e do desenvolvimento do nosso esporte.

Assim foi realizada a I Copa Original de Squash, IV etapa do ano, com premiação de R$ 2.000,00 e sorteios de brindes Wilson e de livros da Negócio Editora.

Numa iniciativa de ordem pessoal e acreditando no trabalho de Tariq Kamal, o empresário Edgard Bueno, sócio do Original, bar de incrível destaque e sucesso em São Paulo, resolveu patrocinar esse evento. Recém-apaixonado pelas maravilhas do esporte, já que há seis meses vem treinando na Academia Tariq Squash Fitness, Edgard é um caso nobre de alguém que investe no squash pois, acima de tudo e de qualquer ambição econômica, está o exemplo de superação, determinação, desenvolvimento e confraternização que o esporte é capaz de nos mostrar.

O sucesso veio com a presença de quase 100 inscrições. Entre os profissionais, adivinhe quem levou a melhor? Claro, o mais completo jogador do país, Ronivaldo Conceição, medalha de bronze nos Jogos Panamericanos/99. Roni derrotou seu companheiro do Tariq Squash Team, Carlos Galvão, por 3 x 0 de maneira arrasadora, mostrando muita velocidade, variação de jogadas e sem erros forçados. Esta foi a segunda final entre os dois este ano (a primeira foi no I Água Crystal Open, em março passado).

No entanto, o momento de ouro do evento foi a semi-final entre Jaime Xavier e Carlos Galvão. Com um retrospecto de duas vitórias a favor de Jaime e o vice-campeonato deste no último evento em Campinas, o favoritismo tendia para seu lado. Porém, mostrando sua ascensão e derrubando um por um de seus adversários diretos, Galvão jogou como nunca e venceu de maneira contundente por 3 x 1 (15/10;15/12;6/15;15/9), tendo feito 7 x 0 no

quarto game. "Galvão vem melhorando muito, principalmente após os seis meses que ficou em São Paulo treinando conosco. Foi muito gratificante ver ele jogar o squash paquistanês - de agilidade, finta, surpresa e rapidez" – afirmou seu técnico Tariq Kamal na cerimônia de encerramento.

Marcelo Cezana (Hebraíca) venceu pela 2ª vez a primeira classe amadora. Desta vez, seu rival foi Jota Silva (João Soares), que foi derrotado por 3 x 0. Marcelo foi premiado no sorteio com uma raqueteira Wilson, talvez um reconhecimento "Divino" pelos quatro jogos que disputou no Domingo (semi-finais da categoria profissional e da 1ª classe amadora, disputa de 3º lugar da profissional e final da 1ª...Ufa !!!) Mesmo com o vice-campeonato Jota mantém a liderança do Ranking Amador, seguido por Luís Gustavo (Sumaré), João Cabeça (Indoors) e Marcelo Cezana (Hebraica).

E mais uma vez Maurício Arruda (Fit Action/Araraquara) conquistou a 2ª classe e levou mais uma raquete Wilson de premiação. Maurício ganhou do jovem Eduardo Rubira (18 anos) num jogo disputadíssimo por 3 x 2. A terceira classe foi vencida por Celso (Squash Wall) por 3 x 0 sobre Wilson Borling (Tennis Place). Celso mostrou grande potencial e vigor físico para o squash, sendo assim, foi convidado por Tariq para treinar em sua academia.

Quem também é o novo integrante do Tariq Squash Team é Vaguiner Braga, um dos melhores amadores do Circuito.

Os finalistas foram premiados com troféus e todos os participantes concorreram a uma raqueteira dupla da Wilson e 5 livros da Negócio Editora. O coordenador do Circuito, Tariq Kamal, aproveitou a grande presença de espectadores e atletas na cerimônia final para enaltecer a importância do bom nível disciplinar dos jogos, da adesão e força de novos patrocinadores, do clima de confraternização e lançou o desafio àqueles "profissionais" que dizem que não jogam por causa da baixa premiação, a verdade é que em termos de sociabilidade e atração para o evento eles não fazem falta, mas é sempre bom ter mais competidores dentro de quadra. Ou será que dentro de quadra, eles também não estão dizendo muito? Roni, Galvão e Jaiminho esperam por vocês!!!

 
voltar.gif (1259 bytes)